1. Desde que a Christie’s anunciou o leilão dos bens de Elizabeth Taylor, tenho visto olhos turquesa por todos os lados aqui em Nova York. A V Magazine de outono dedica à Liz a capa e dois ensaios de Mario Testino, um deles com a belíssima Kate Winslet no papel da atriz. Já a primeira edição da Garage, a nova favorita dos hipsters e fashionistas, faz uma homenagem à la Richard Hamilton, imaginando a diva na privacidade do lar, em meio a sua coleção de vestidos, jóias, móveis, objetos de design e obras de arte. Derek Blasberg conta que Taylor começou colecionando britânicos e modernistas franceses, como van Gogh, Degas, Pissarro e Renoir, e mais tarde atualizou a coleção com artistas do porte de Robert Rauschenberg, David Hockney e Andy Warhol.  

    De Warhol, Liz Taylor ganhou um silkscreen dedicado: “To Elizabeth with much love, Andy Warhol.” O artista pop eternizou a musa em retratos coloridos, que ele recortava de jornais e revistas e transferia mecanicamente nas telas. Exemplos dessas obras, que revelam algumas das diversas personas de Taylor, fazem parte da exposição Liz, em cartaz na Gagosian, até 22 de outubro. Vistos pela primeira vez em sequência, os silkscreens comprovam que as imagens de Warhol se tornaram tão icônicas quanto a própria atriz. 

    Taylor ainda é tema de uma segunda exposição em Chelsea. O fotógrafo Firooz Zahedi expõe na Leila Haller Gallery, até 29 de outubro, cerca de 40 retratos da primeira viagem da musa ao Iran. As fotografias captam Liz em momentos cinematográficos e também intimistas. 

    O leilão, que acontece na Christie’s de Nova York no dia 16 de dezembro, promete causar tanto furor quanto o de Saint Laurent gerou no Grand Palais de Paris, em 2009. Nos próximos três meses, a coleção vai viajar o mundo em exposições em Moscou, Dubai, Londres, Hong Kong, Los Angeles e Paris. A preview na big apple acontece duas semanas antes do grande evento, de 03 a 12 de dezembro. Os tickets em breve irão à venda no site da Chrisite’s, custarão $30 e terão horário marcado. Uma alternativa animadora para se evitar as longas filas no inverno gélido que se aproxima. 

    Vale ressaltar que parte da renda arrecadada do leilão, venda de ingressos e catálogos será doada à Elizabeth Taylor AIDS Foundation, fundação que desde 1991 dá assistência a organizações de combate à AIDS e a pacientes que vivem com a doença. 

     
  1. frankath posted this